Compartilhe:

Postado Por : LUCIANO SILVA 25 de nov de 2015


Nasce Amado Rodrigues Batista (Continuação 03)


 Foram seis anos capinando ao lado dos irmãos e do pai para ajudar a família a se manter, até que, em 1965 os Batista desabaram em lágrimas. Dona Joana ficou viúva e seus doze filhos, órfãos de pai.

 Aquele homem moreno, de cabelos lisos e 1,80 metro de altura, sofria mal de chagas, infecção transmitida pelo mosquito conhecido como barbeiro, e faleceu. Seu Sebastião encerrava ali a sua missão.

 Foi um golpe muito duro para a família Batista, que se viu sem o chefe da casa.

 Assim como todos os filhos encontram nos pais seu porto seguro, com Amado não foi diferente. Garoto ainda, no auge de seus 14 anos, em plena adolescência, ele perdeu um de seus pontos de referência, o pai.

 O cantor, que tem como uma de suas características olhar nos olhos, nesse momento abaixou a cabeça e, mais uma vez, ficou emocionado ao falar do pai.

 Era preciso ser forte, sua mãe e seus irmãos precisavam dele. Foi então que, por mais sentisse aquela dor profunda no coração, não deixou que a família desmoronasse. Juntou todas as forças que tinha e continuou a batalha.

 No mesmo ano, a família Batista decidiu mudar-se para Goiânia, capital de Goiás.

 Dois de seus irmãos, Artênio Batista e Ulisses Rodrigues, já moravam lá - foram estudar e trabalhar - e por isso a família resolveu partir. Artênio e Ulisses conseguiram certa estabilidade financeira, que permitia trazer a mãe e os dez irmãos para morarem com eles, e foi isso que fizeram.

 Amado Batista, que estava acostumado a ir à cidade de Itapuranga uma vez ao ano, deixou a casa, a roça e a escola para trás, foi morar, estudar e trilhar novos caminhos na cidade grande.

 Amado Batista Club.

Artênio Batista - Advogado Irmão de Amado Batista

Deixe um Comentario

Receba nossos post por Email | Receba nossos Comentários

Deixe seu Recado!

Total de visualizações

Mais Lidos

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © Amado Batista Club -- Traduzido Por: Jaquisson da Cruz